Manaus

Vereador propõe que CMM dê R$ 32 milhões à prefeitura e não construa prédio

MANAUS – O vereador Rodrigo Guedes (PSC) defendeu nesta segunda-feira (13) que a Câmara Municipal de Manaus (CMM) devolva R$ 32 milhões à Prefeitura de Manaus, não use o recurso para construir um prédio que vai abrigar novos gabinetes para os 41 vereadores.

No seu discurso, Rodrigo Guedes disse que o presidente da Casa, David Reis (Avante), faria história se tomasse essa decisão.

“Eu tenho certeza, mais que absoluta, que se a gente consultar a população, 100% é contrária a mais um prédio em anexo da CMM, que não precisa, é desnecessário. Muito melhor esse recurso, ser investido em educação, saúde, construção de escolas, construção de unidades de saúde, pagamento de auxílio emergencial”, disse Rodrigo Guedes.

Em resposta, o presidente da CMM disse que não tem preocupação em fazer história. Segundo ele, a obra seguirá porque os vereadores precisam de melhores condições.

“Não tenho a menor preocupação em fazer história nessa Casa. Tenho preocupação com os 41 vereadores, que possam fazer história”, disse David Reis.

“Só quem não conhece as instalações da Câmara é que defende que o novo prédio não deva ser feito”, completou o presidente da CMM.

Outros cinco vereadores se manifestaram em apoio à obra. Alguns deles classificaram a crítica de Rodrigo Guedes de “oportunismo barato”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.