Prefeitura de Manaus

Prefeitura realiza ação ambiental no bairro Alvorada 3

As atividades integram o projeto “Semmas Mais” e têm o objetivo de ampliar o acesso ao conteúdo das oficinas e formações ambientais da Prefeitura de Manaus, que serão realizadas na rua 13, nas proximidades do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Alvorada 3.

A Prefeitura de Manaus realiza, nesta sexta-feira, 18/2, uma ação ambiental no bairro Alvorada 3, zona Oeste, a partir das 9h, de doação e plantio de mudas de plantas, além de uma oficina voltada ao combate do caramujo africano (Achatina fulica). A programação será coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

O secretário da Semmas, Antonio Stroski, destacou a oportunidade de iniciar as oficinas nas comunidades e informou que essa, especificamente, é fruto de um pedido dos moradores da área. “Os representantes da comunidade vieram até a secretaria e pediram que incluíssemos o bairro no roteiro de nossas ações e isso foi atendido prontamente. No ano passado tivemos que realizar as oficinas de forma on-line e isso limitou muito a participação da população”, pontuou.

O chefe da Divisão de Educação Ambiental (Diea) da Semmas, Raimundo Araújo, informou que todos os participantes das ações terão que respeitar os protocolos de prevenção à Covid-19. “Queremos levar essas oficinas para mais pessoas em todas as zonas da cidade, por isso é importante que os participantes respeitem esses protocolos, entre eles o uso de máscara é indispensável para participar da ação”, completou.

Molusco 

O período chuvoso facilita a proliferação do caramujo africano e a Semmas, por orientação do prefeito David Almeida, vai formar no local uma brigada de combate a esse molusco.

“O período chuvoso facilita a proliferação do caramujo africano e o nosso trabalho, além de orientar a população a combater e coletar, de forma segura, vai formar brigadistas, que nos ajudarão nesse trabalho”, explicou Raimundo.

Ele também ressaltou que o caramujo é vetor de algumas doenças como a hepatite e a meningite. “O caramujo carrega o vetor de doenças como a hepatite e a meningite. Além disso, a carapaça dele acaba servindo de criadouro para o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika”, informou.

— — —

Texto – Keynes Breves/Semmas

Foto – Divulgação/ Semmas

Em anexo

— — —

Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom)

(92) 3625-6921 / 3625-6844

Prefeitura de Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.