Política

Família do ministro Silvio Costa Filho abastece veículos com verba da Câmara dos Deputados

O Ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, está sendo questionado após relatos de que sua família utilizou verba da Câmara dos Deputados para abastecer carros particulares. Segundo O Globo, que teve acesso às notas fiscais, os abastecimentos ocorreram entre abril de 2022 e agosto de 2023, enquanto Costa Filho era deputado federal.

Os documentos revelam que os veículos da esposa do ministro, Cristiana Bezerra, do irmão, Carlos Antonio da Costa, do pai, ex-deputado Silvio Serafim Costa, e da cunhada, Hildiany Kelly, foram abastecidos com recursos destinados aos parlamentares para despesas com combustível. Estes benefícios permitem reembolso de despesas com combustível e lubrificantes para veículos utilizados nos redutos eleitorais, com cotas de R$ 6 mil em 2022 e R$ 9,3 mil em 2023.

O gabinete de Costa Filho reportou o abastecimento de 48 veículos diferentes, totalizando R$ 105 mil em gastos com combustíveis. Hildiany Kelly, única a se pronunciar, não esclareceu sua inclusão no reembolso.

O ministro negou irregularidades, atribuindo a responsabilidade ao posto de combustível. “Eles falharam do ponto de vista contábil. Nós fizemos o dever de casa: prestamos contas e houve aprovação da Câmara. Em momento nenhum, fizemos abastecimento em carros com placas de familiares. Na minha cabeça, estava tudo ok”, declarou Costa Filho.

O proprietário do posto em Recife, José Gerson Aguiar, inicialmente alegou especificações do gabinete quanto aos carros elegíveis para abastecimento na cota parlamentar. Posteriormente, admitiu um “equívoco contábil” na inclusão de veículos de familiares na cota de combustível da Câmara, afirmando que os gastos dos parentes do ministro eram cobertos com “recursos próprios”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.