CMMPolítica

Sassá pede audiência pública para apurar denúncias no sistema Zona Azul em Manaus

O sistema de estacionamento rotativo foi tema de debate na CMM

O vereador Sassá da Construção Civil (PT), usou a bancada da Câmara Municipal de Manaus (CMM) nesta terça-feira (28/11) para pedir a isenção total do pagamento no sistema de estacionamento rotativo Zona Azul na cidade de Manaus.

De acordo com o parlamentar, motoristas têm reclamado da dificuldade no ato do pagamento, além do tempo excedente que, eventualmente justificaria a cobrança de valores por parte da contratada, e pede que a empresa informe qual conduta vem adotando para administrar este controle.

“Não sou contra o estacionamento rotativo, mas tem acontecido muitas situações em que os usuários têm que pagar multas por não conseguirem comprovar que não excederam esse tempo, e quando chegam no carro, a multa já está lá e muitas das vezes o cobrador não está na região”, salientou o vereador.

O tema ‘Zona Azul’ demandou debate no parlamento municipal, considerando o registro de reclamações relacionada à cobrança, a movimentação de veículos no entorno de escolas, a reserva de espaço em frente a garagens residenciais, além de causar o acionamento do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) por parte dos operadores do sistema para reboque de veículos.

Ao final do seu discurso, Sassá da Construção, apresentou o requerimento nº 21509/2023 para a realização de audiência pública, que seja convocada a empresa Consórcio Amazônia para prestar esclarecimentos necessários, que seja convidado o IMMU e a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Agemam).

“Peço aos meus pares que aprovem esse requerimento para que todos os vereadores possam apresentar soluções e ouvir as explicações da empresa. Isso é para bem dos usuários e do comércio local, finalizou o Sassá.

Texto e foto : Alinne Bindá – Assessoria de Comunicação do vereador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.