Prefeitura de Manaus

Prefeitura de Manaus lança edital de patrocínio de R$ 1,3 milhão em times de futebol

MANAUS – A Prefeitura de Manaus lançou o Edital de Chamamento Público, nº 01/2021, para credenciar times de futebol da capital, participantes do Campeonato Brasileiro deste ano. No total, o município pretende investir R$ 1,3 milhão nos clubes.

O edital foi publicado na edição da última quinta-feira, 5/8, do Diário Oficial do Município (DOM). A medida, de acordo com o prefeito David Almeida (Avante), é de fundamental importância para que Manaus tenha uma equipe representante na elite do esporte mais popular do país, pentacampeã mundial e bicampeã olímpica.

O chefe do Executivo municipal afirmou que o objetivo é fomentar a prática esportiva na capital do Amazonas e utilizar as praças desportivas construídas no município para a Copa do Mundo de 2014.

“Vamos trabalhar com os cubes de futebol para colocar uma equipe na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Hoje, temos o Manaus FC na Série C e o Fast na Série D. Vamos impulsionar para que essas equipes subam de divisão. Temos uma das mais lindas arenas do Brasil e ela não pode ficar ociosa. Só nessa empreitada, vamos investir R$ 1,3 milhão”, enfatizou Almeida.

Critérios

Um chamamento dessa natureza é um procedimento feito pela administração pública, para executar atividades ou projetos que tenham interesse público. Visto isso, o edital dá concessão de patrocínio aos clubes com a condição de realização de publicidade institucional da Prefeitura de Manaus.

Não poderá participar, direta ou indiretamente do edital, entidades que possuam em sua diretoria ou quadro técnico, funcionário público vinculado aos órgãos e entidades participantes; entidades que tenham sofrido penalidades que obstam o direito de licitar e contratar com a Prefeitura de Manaus, observando os efeitos da extensão da punição aplicada; entidades inadimplentes com obrigações assumidas com a administração municipal.

Valor

Os valores a serem repassados às entidades desportivas são de acordo com o grau hierárquico de importância, complexidade e visibilidade da competição. Sendo assim, o representante da Série C receberá R$ 1 milhão e o da Série D, R$ 300 mil.

Projetos

Por entender a necessidade de investir nas categorias de base, David Almeida anunciou que irá, por meio da Subsecretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), implementar projetos sociais em diversos bairros da capital e doar material para ligas desportivas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.