Política

“Justiça ou vingança?”, Valdemar questiona decisões de Moraes sobre 8/1

Valdemar Costa Neto, presidente do Partido Liberal (PL), comentou sobre os eventos de vandalismo ocorridos em 8 de janeiro de 2023. Ele condenou a invasão aos prédios dos três poderes, mas questionou a ‘imparcialidade’ do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que é o relator do caso.

O líder do PL criticou Moraes por se colocar como vítima no processo, argumentando que isso o torna uma parte envolvida e não um juiz imparcial. “Ele mesmo se colocou como vítima. Então, como uma vítima pode assumir um papel de juiz e julgar alguém? Dessa forma, fica claro que todos esses julgamentos devem ser anulados”, afirmou Valdemar, defendendo o impedimento do ministro.

Ele também levantou dúvidas sobre as motivações de Moraes ao julgar os responsáveis pelos atos de vandalismo, questionando se as ações do ministro seriam em busca de proteção ou autopromoção. Valdemar fez uma crítica específica à severidade das punições: “Dar uma pena de 17 anos para um manifestante é justiça ou vingança?”, questionou o presidente do PL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.