EsporteInternacional

Justiça da Espanha condena Daniel Alves a 4 anos e seis meses de prisão por est*pro

Nesta quinta-feira (22), a Justiça espanhola condenou o jogador Daniel Alves a quatro anos e seis meses de prisão por um caso de est*pro ocorrido em dezembro de 2022, em uma boate de Barcelona. O veredito veio após um julgamento de três dias,.

Alves agora enfrenta uma realidade diferente. Durante o julgamento, apresentou várias versões dos eventos, negando o crime e demonstrando sua emoção, enquanto citava o consumo excessivo de álcool. Ele tem a opção de recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça da Catalunha e, se necessário, ao Tribunal Supremo em Madri.

Preso desde o ano passado, Alves deverá cumprir a pena na Espanha, local do crime e julgamento. No entanto, existe a possibilidade de solicitar a transferência da pena para o Brasil. Após cumprir a pena, enfrentará cinco anos de liberdade vigiada, incluindo a restrição de aproximar-se da vítima, que tinha 23 anos à época do incidente.

O Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, em declaração, detalhou a condenação, enfatizando a falta de consentimento e o uso de violência no ato. Com esta sentença, ressalta-se a gravidade do crime cometido por uma figura pública de proeminência no mundo do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.